domingo, 4 de julho de 2010

Julgo porque julgam

Por que será que eu julgo tanto as pessoas?
Por que será que eu tenho essa mania irritante de olhar para todo mundo e encontrar comportamentos questionáveis?

A resposta é mais simples do que se imagina. Aliás, é tão simples que eu não deveria nem ser questionado sobre isso: critico os outros porque cresci sendo criticado por eles.
É a filosofia de vida "Eminem"(aquele rapper branco). Lembro de uma vez ter lido que ele falou que o que ele faz é devolver aos outros tudo que fizeram com ele durante sua vida. E é isso mesmo. Ninguém se torna questionador de graça. A partir do momento que se é questionado, você procura saber por que você está sendo tão questionado. E essa procura o leva a que?? Questionar!!

Eu não critico roupas. Não falo que "fulano" é ruim porque combinou uma meia rosa com uma camisa amarela e, além disso, está chupando um pirulito que deixa a língua azul. Isso, além de não ser um comentário muito masculino, não muda nada no mundo.

Minhas críticas são sobre comportamento. São contra o orgulho e o ego das pessoas. Porque acho que isso muda SIM a relação delas com o mundo e COMIGO. O mundo estaria um pouco melhor sem ego (egoísmo, egocentrismo)! E a minha vida também estaria.

Sendo assim, minha filosofia de vida: eu não posso mudar o mundo e as pessoas, mas eu posso devolver a elas os reflexos de tudo que fizeram e fazem comigo direta ou indiretamente. Inclusive coisas boas, se me fizerem coisas boas. ;-)
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário