sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Seria Deus o "fator externo"?

Existe alguma força superior no mundo. Todo mundo a sente, e cada um a chama por um nome diferente, dependendo de sua crença. Uns chamam de Deus, outros chamam de sorte, outros de acaso, outros de destino, outros de força de vontade... enfim...

eu, particularmente, chamo de fator externo.
Explico: se eu gosto de uma mulher, eu tenho que dar o primeiro passo e me aproximar dela.
A partir daí, muitas coisas diferentes podem acontecer:

  1. ela pode sair fora e nem deixar que eu fale com ela;
  2. ela pode deixar que eu fale e me dizer um "NÃO";
  3. ela pode deixar que eu fale e me dizer um "SIM";
  4. ela pode fazer "cu doce" e depois dizer "SIM";
  5. ela pode dizer "NÃO" até que eu parta pra cima e ela deixe acontecer...

entre outras tantas possibilidades.

Fato é que eu não controlo qual destas opções de 1 a 5 acontecerá. Isso já não é mais minha parte. É o fator externo. Eu controlo a mim mesmo, mas o outro, infelizmente, não!

Muitas pessoas tentaram me convencer, durante a minha vida, que eu sou o único responsável por tudo aquilo (e aquelas) que não conquistei. Falam que não tive força de vontade, que espero que as coisas caiam do céu sem esforço... enfim, pessoas que mal me conhecem e não viveram metade do que vivi tentam destruir minha auto-estima ao invés de tentar "clarear" as coisas pra mim. A outra parte fala sobre vontade de deus, que ele sabe a hora certa de tudo...ou o destino.

Realmente eu resolvi desistir de algumas coisas antes de me empenhar mais. Mas em outros casos - a maioria - quem resolveu meu futuro mesmo foi o fator externo - aquilo que eu não posso controlar. Seria deus o fator externo? Seria o meu destino ser quem sou, mesmo sendo muitas coisas que eu não queria ser? E não estou tentando justificar minhas derrotas não. Todo ser humano livre de hipocrisia consegue ver até onde ele pode ir, e a partir de onde ele não tem mais controle sobre sua própria vida. É quando sentimos essa COISA multi-nomes fazer o seu papel.
Imagina se bastasse querer e se esforçar para alcançar sucesso. Todo mundo viveria bem, seria rico, feliz... chega a ser até uma "filosofia de vida" inocente achar que isso é verdade!

Tem um outro lado também. Aqueles que sempre alcançaram tudo com muita facilidade e gritam pro mundo que "fizeram por onde" para conseguirem tudo que têm! Mais uma vez, eu digo: o fator externo foi bom com eles.

Não estou desmerecendo ninguém, nem "arrumando desculpas" para aquilo que não tenho! Só queria que as pessoas tivessem um olhar mais crítico.

Só acho realmente muito triste que as pessoas não aprendam a olhar para os lados para aprender que a vida não é uma fórmula matemática. Talvez esteja mais para uma fórmula de farmácia, cheia de contra-indicações.

* OBS.: "deus" está escrito com letras minúsculas de forma consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário