domingo, 10 de abril de 2011

Ação - Reação: "bullying" - assassinato!

Segurança nas escolas?

É isso mesmo que vai evitar assassinatos?

As pessoas são cegas mesmo? Ou só fingem isso porque não sabem como reagir a esse tipo de situação?

Assassinos em escolas são fabricados pela própria escola. Antes que os assassinos se suicidem depois de matar várias pessoas, eles já estão mortos socialmente, por culpa de uma cultura onde minorias precisam ser ridicularizadas para a alegria da maioria.
É muito piada ver repórteres e "psico-alienados" se matando para achar motivos que já estão nítidos nos próprios depoimentos daqueles que conviveram com o assassino e até mesmo nas declarações de vítimas que sobrevivem em casos desse tipo:

"Ele era muito esquisito porque não conversava com ninguém".


a frase acima resume o conteúdo da maioria das opiniões de pessoas que conviveram com assassinos de todos os casos deste tipo.

Isso demonstra claramente como foi a vivência desses assassinos dentro de suas escolas e universidades ou, até mesmo, fora delas. São pessoas que nunca se sentiram respeitadas pelos outros. Como vão, então, respeitar os outros??
Outra coisa muito comum: normalmente são pessoas que sofrem algum tipo de violência - mesmo que só verbalmente - sem que pratiquem nenhum tipo de violência contra os outros!! Ou seja, não são pessoas ruins, de má índole! Se transformam nisso só mais tarde, por consequência de sua convivência com pessoas "não-esquisitas" (sem respeito pelos outros, individualistas, e que ganham forças por estarem em grupos).

Não se pode negar que pessoas que cometem assassinatos estão erradas! Isto é INDISCUTÍVEL!!!
Mas é importante olhar as coisas pelo lado de fora... ou por todos os ângulos! É importante não ser hipócrita de ficar pensando que as pessoas devem aceitar humilhações caladas. Muito menos acreditar que as pessoas vão aceitar humilhações caladas pelo resto da vida!

O foco para acabar com esse tipo de crime deve estar na educação das crianças. E não é educação de escola não! Outra hipocrisia é achar que a educação da escola é que deve melhorar para que o país melhore! Nesta questão, a educação que deve melhorar é a que vem da criação, de casa, dos pais.
Enquanto as crianças e adolescentes forem essas pestes insuportáveis que são hoje - e já o são há bastante tempo - as exceções vão continuar caindo em desgraça por reflexo de sua convivência obrigatória com essa gente pequena que não tem limites e nem respeito pelos outros.


Por que a mídia não usa seu poder de influência para abrir os olhos das pessoas sobre o perigo de elas mesmas criarem assassinos em potencial?

Às vezes a impressão que dá é que a mídia não quer ir direto à fonte do problema para que eles continuem tendo "matéria-prima" retirada das desgraças dos outros. Aliás, desgraças pessoais que geram outras desgraças.

E as reportagens começam a falar sobre solidariedade. Deviam começar a ser solidários com os indivíduos que passam por humilhações sociais, bullying e esse tipo de coisa. Salvando um, teriam salvado junto mais doze! Aliás, o próprio assassino salvou "o gordinho". Por que será que salvou logo "o gordinho"?? Tempo pra pensar...................

Pelo menos, hoje em dia, já existe um nome para essa humilhação que muitas crianças e adolescentes tímidos e solitários sofrem, e uma possibilidade de que eles reajam, denunciando, ao sofrerem com isso. Se tá adiantando eu não sei, porque não estou mais na escola há muito tempo. Mas já é um começo ter leis que têm o objetivo de evitar que pessoas sofram futuramente de problemas psicológicos ou sejam futuros criminosos por vingança!


Por que pessoas assim resolvem cometer crimes logo na escola? Por que escolhem esse cenário?


Porque o período escolar é marcante na nossa vida, seja positiva ou negativamente! É onde vivemos mais socialmente durante boa parte de nossas vidas. E é quando estamos moldando o que seremos quando adultos. E nem sempre dá pra fugir! Um adulto pode se isolar e evitar determinados locais que lhe causem mal-estar, mas uma criança ou adolescente provavelmente vai continuar frequentando a escola, mesmo sofrendo agressões de pessoas que usem de covardia ao se sentirem fortes por estarem em grupo (e com uma plateia de meninas aplaudindo suas ações)!
Só esse detalhe do quanto a reação das mulheres podem motivar ou desmotivar a ação de um homem dá muito o que falar. Portanto, nem vou estender.

Cuidado com o outro! É isso que todo mundo devia ter. Eu mesmo não viveria disparando críticas a certos tipos de comportamento se eu fosse mais respeitado. Continuaria não concordando, mas não ficaria externando opiniões que os outros discordam se não disparassem tanto contra mim também.
Por isso continuo achando que só bastaria que todo mundo tivesse mais cuidado com ofensas e coisas que machucam os outros para evitar conflitos. Mas não sou tão idiota de ficar sonhando com um mundo sem guerras de egos. A tendência é piorar mesmo, avaliando a educação que os pais de hoje dão para os filhos. Na maioria das vezes são crianças mimadas educando crianças mimadas. Sem chance!

OBS.: tudo isso que escrevi é uma opinião bem direta e pessoal, como sempre tento fazer. Tentei manifestar o mais claro possível, por isso fui até mais informal no texto do que sempre já tento ser, afinal, não consigo ser formal mesmo. Odeio quando a mídia começa a fazer poesia em cima de tragédias.

3 comentários:

  1. Vítima matando vítimas. Também acho, mesmo que tenha alguma deficiência biológica, que esses assassinos são frutos ou consequências de uma sociedade doente.

    ResponderExcluir
  2. nossa sociedade é doente. Uma pena os mortos não serem os reais culpados no caso do massacre no RJ.

    ResponderExcluir